Madeira com responsabilidade


3 de julho de 2009
Madeiras

Em um momento em que as atenções estão voltadas para a preservação da Amazônia e demais florestas brasileiras, as preocupações em relação ao corte e emprego de madeira para a construção têm feito muitos arquitetos e construtores desconfiarem de materiais cuja procedência não se conhece. Mas o Brasil já possui um setor madeireiro especialmente preocupado com o futuro das nossas florestas.

O reflorestamento já é uma prática comum no setor e que tem levado muitos empresários a priorizar o uso sustentável das florestas nativas.

Madeiras mais sustentáveis e tratadas para ser muito duráveis

Madeiras mais sustentáveis e tratadas para ser muito duráveis

Madeira tratada

Modernos processos de tratamento de madeira, aliados à prática responsável do reflorestamento, estão dinamizando a extração e tornando o uso mais seguro da madeira nacional. As madeiras autoclavadas possuem grande durabilidade, economia, segurança, versatilidade e fácil manutenção. Para o meio ambiente, a grande vantagem é que o processo preserva a floresta nativa, pois toda a madeira utilizada é oriunda de reflorestamento.

O processo de autoclave possui avançada tecnologia para a responsável utilização da madeira beneficiada. As madeiras tratadas em unidades industriais (autoclaves) são expostas a agentes preservantes que elevam a sua durabilidade. O procedimento é simples: após seca e beneficiada, a madeira é tratada a vácuo e pressão, o que retira a maior parte do ar das células da madeira, quando é aplicado o preservante até a saturação do material. O resultado é uma madeira altamente durável que permite construção de deck e estruturas seguras e com bons resultados estéticos para qualquer tipo de construção.


Dúvidas?

Deixe sua pergunta ou comentário!


Deixe uma resposta